Rebobina - Segunda Edição

23 de novembro de 2016
 Olá gente bonita!!

 Eu e a Fabi, do blog Pausa para Pitacos, nos juntamos novamente para promover a segunda edição do Rebobina. Se você está chegando agora, o Rebobina é um projeto do LL e PPP que tem o intuito de relembrar o passado, de forma descontraída e informativa.

 Nesta edição, iremos abordar o que era passado e voltou para a modernidade.



A famosa caça aos Pokémons
 Em 1999, estreou no programa da Eliana, na época no canal Record, o desenho animado Pokémon. Esse desenho tinha como personagem principal Ash, que sonhava em ser um mestre Pokémon. Pra isso, ele precisava ter um Pokémon. E que diacho é isso? É um bicho que pode ser definido como monstrinho de bolso e são usados em combate. Eles lutam entre si, e com o passar do tempo, vão evoluindo (daí a frase "todo pokémon evolui").

Resultado de imagem para gifs pokemon tumblr

 Nessa época, virou uma verdadeira febre. O tal do Ash tinha um Pokémon muito teimoso chamado Pikachu e todo mundo queria ter um.

Resultado de imagem para gifs pokemon tumblr

 Resumindo o assunto, a cada episódio conhecíamos mais bichinhos, um mais fofo que o outro. E claro que a coisa toda não se mantinha apenas na TV. Era bicho de pelúcia, álbum de figurinha, cadernos, agendas, adesivos...


 E nós, crianças com imaginação fértil dos anos 90, brincávamos de caçar Pokémon na escola. A gente até duelava. Claro que, sofríamos um preconceito enorme dos mais velhos, e simplesmente, num belo dia de verão (quando tive uma paixonite aguda por um mocinho, que mais tarde descobri ser gay), vi que não era maduro brincar de Pokémon.

 Praticamente 17 anos depois, eis que surge Pokémon Go. Muita gente nem sabe o que são os bichinhos, isso me entristece. Entrei na vibe, baixei no meu celular, mas não vi tanta graça. O bom era brincar com a imaginação mesmo.


 Uma amiga me disse outro dia que, ao menos na nossa época, não deixávamos de fazer trabalhos, nem arriscávamos nossas vidas para caçar. Já hoje...



Tamagotchi
 Esse nome feio ai nada mais é que um brinquedo que foi lançado em 1996. A diversão era cuidar de um bichinho virtual, como se realmente fosse real.


 Na época era realmente muito caro, fugia mesmo do orçamento da minha casa, assim sendo demorei alguns anos para ter minha experiência com um. Claro que não foi com o original, a sorte dos pobres é que a China pensa na gente, e cria similares com precinhos bem bacanas.

 E assim, já adolescente, tive a oportunidade de ter um. Minha felicidade foi duas: a de ganhar e a de me desfazer dele. Era um saco! O bichinho era muito carente, ficava apitando o tempo todo querendo comida, carinho, sem dar absolutamente nada em troca. Mais tarde iria aprender que maridos podem ser muito parecidos...

Resultado de imagem para tamagotchi anos 90 gif

 Na época, eu só conheci o dinossauro, mas diz a lenda que tinha bichinho que se transformava em cachorro, gato, etc.

 Hoje em dia, temos muitas opções de animaizinhos virtuais. Nem precisa comprar um dispositivo próprio, o sistema android ou ios oferecem mil e uma opções de aplicativos. Preciso dar a minha cara a tapa e concordar que os de hoje são mais interessantes que o da minha época.



Brincadeiras
 Fui criada no sítio (já disse isso aqui eu sei, não estou repetindo porque estou velha, é apenas para o caso de leitores novos. Ressalto que não sou velha), então as minhas brincadeiras de infância eram bem diferentes de quem morava na cidade, pelo menos minhas amigas diziam. A coisa de brincadeira de rua não cabia ali, éramos apenas meu irmão e eu. E isso não significava que não brincávamos. Jogos de tabuleiro (dama, xadrez, banco imobiliário); quebra-cabeça; pega-vareta; dominó; baralho.


 Também fazíamos coisas mais ativas, como andar de bicicleta ao estilo vida loka (em meio dos bois. Eu era a mais medrosa, quase morria com a menção "olha a Espadia" - uma vaca muito brava que tinha por lá).

 Hoje os jogos de tabuleiro quase não fazem parte das brincadeiras dos pequenos, foram modificados em aplicativos. Não é tão legal jogar dama com uma máquina.

 Quando era permitido brincar com os amigos na cidade (sim, tinha o lance de permissão que era levado muito a sério), não nos mantínhamos dentro de casa ou sentados sem trocar palavras; a troca era muito mais que a senha do Wi-Fi.

A TV
 Na minha época, a TV aberta tinha muito conteúdo para a molecada. Outro dia, minhas primas estavam na casa da minha avó assistindo TV a cabo, lá tem inúmeras opções de desenhos animados, desde os antigos aos atuais. Mas adivinhem o que as mantinham entretidas? Um seriado sobre jovens, tinha mais beijo na boca que romance da Harlequim. Isso me faz concluir que, não foi a programação que mudou, foi o próprio comportamento. TV Globinho não agrada mais as crianças de hoje, o que me provoca preocupação. Esses pequenos são muito precoces.

 Podem falar o que quiser, mas eu prefiro desenho animado que programas adultos. Tanto que faço questão de assistir aos Simpsons diariamente, para não perder nenhuma previsão né?

Jogos eletrônicos
 Vocês pensam que ostentar é ter um Xbox? No meu tempo mocinhos, ostentação era isso:



 Fomos criados pelos nossos avós, então nunca foi permitido termos um videogame, pois poderia "queimar" a TV. Assim, ganhamos esses dispositivos de jogos eletrônicos. Tetris, snake, ping-pong, tetrismove... uau, eram muitos jogos em 1! rsrs agora não tem tanta graça, mas na época nos sentíamos como se portássemos um iphone da última geração. 

 Isso foi ontem. Hoje, Tetris pode ser jogado on-line no pc, ou através de um aplicativo no celular. Mas, como diz minha afilhada: "que chato madrinha, esse jogo só faz isso?".

Resultado de imagem para gifs tetris


 Bem, essas foram as brincadeiras que mais contrastam com as de hoje. E vocês? Do que vocês brincavam quando pequenos que hoje foi modernizado ou reinventado? 

 Ahh e antes que eu me esqueça, vamos brincar de sorteio??


Valendo um exemplar físico da obra que tem tudo haver com o rebobina, Nu, de botas de Antonio Prata. Você precisa seguir as regrinhas abaixo:

  • Seguir os blogs Lua Literária e Pausa para Pitacos;
  • Comentar, em ambos os blogs, todos os posts da segunda edição Rebobina;
  • Os comentários deverão ser elaborados, nada de comentários do tipo "gostei". Vamos caprichar meu povo! E os de baixo calão serão automaticamente eliminados.
  • Também serão eliminados os que não seguirem as regras;
  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Teremos apenas um(a) vencedor(a);
  • Em caso de empate, realizaremos sorteio pelo Sorteio PT;
  • A divulgação do resultado será no dia 03/12/2016 nos dois blogs;
  • O(a) vencedor(a) terá o prazo de 48 horas para entrar em contato através do e-mail bloglualiteraria@gmail.com;
  • No caso de não entrar em contato, um novo sorteio será realizado;
  • Prazo para envio do prêmio é de 60 dias a contar da data do envio do endereço por parte do(a) vencedor(a).
 Fácil pra xuxu né não?

 Conto com a presença de todos vocês, bora rebobinar!!










Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
16 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

16 comentários:

  1. Oi Bia! Que bom ver este especial por aqui de novo! E pelo jeito, esta segunda edição do Rebobina vai me deixar mais nostálgica do que a primeira! Hahaha
    É muito bom relembrar a infância, ao mesmo tempo que é triste ver as crianças de hoje cada vez mais entendiadas, mesmo tendo uma quantidade maior de jogos e atividades do que eu tinha na minha infância.
    E falando dela, eu adorava brincar de jogos de tabuleiro também! Eu lembro que, aos domingos, eu chamava quem estive em casa para brincar comigo. Era muito divertido! Eu também tinha um Tamagotchi e era viciada nele. A nossa relação era de mãe e filho hahaha Eu também tinha aquele mini game com uma infinidade de jogos e adorava brincar com ele.
    Ai, ai... a infância passa muito rápido! Ainda bem que tem esse especial para matar as saudades hahaha
    E eu adorei o livro escolhido para o sorteio. Com certeza vou participar :)
    Bjos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Anna!! Bem-vinda, é maravilhoso tê-la novamente em nosso especial. E é isso que espero: que você se sinta muito muito nostálgica.
      Beeijos

      Eliminar
  2. Oi, Bia!
    Menina, sempre preferi Digimon que Pokemon e sofro um pequeno bullying por conta disso hahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só pq eles eram digitais e campeões? E se transformavam para o seu mundo salvar?
      hahahahaha Eu curtia os digi também, mas preferia os pokemons.
      Beijos

      Eliminar
  3. Oiii Bia

    Eu tive o meu bichinho virtual, mas ele sempre morria...haha, eu era um desastre e esquecia de dar comida.
    Que saudade das brincadeiras de criança, jogar, andar de bicicleta e eu brincava muito de queimada na rua, volei... nossa, que tempo bom.
    Eu preferia o SBT do que a Globo, nossa, eu amava o SBT de manhã e na época, sem TV a cabo, era uma luta pra fazer o canal pegar, tinha um sinal super ruim...

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Alice!! Caramba, que péssima mãe você foi. Eu apenas o abandonei kkkkkkkkk.
      Eu trocava de canal o tempo todo, alguns desenhos assistia no SBT outros na Record, outros na Globo. Era muito bom.
      Beeijos

      Eliminar
  4. BIAAAAA e FABI!! Que notícia linda!! Adorei!! Amei, sou super fã do Rebobina! Eu assistia Pokemon e ia no cinema ver o filme e mandava os outros se danarem rsrsrs Agora, meu Tamagotchi morreu várias vezes coitado kkkkkkkkkkkkk E sempre adorei tetris!! A gente que gostoso lembrar de tudo isso <3 amei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mi sua linda, bem-vinda!!! Espero que você se divirta muuito, e que o Rebobina traga lembranças maravilhosas a você.
      Beeijos ♥

      Eliminar
  5. Ai que delícia rebobinar de novo! E começamos bem, né?
    A nossa época foi a melhor em todos os sentidos, num tem jeito!
    Que saudade de caçar pokemon! Como te contei, eu caçava de um jeitinho diferente: os cachorros e gatos na rua eram os pokemons e eu os capturava e levava pra casa! sHAhsuIAHs
    #BonsTempos

    Amando rebobinar com vc!

    Beijos,
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seu pai devia ficar louco com esses "pokémons" que você encontrava hahahaha.
      Sim, foi muito melhor, Rebobinar me deixa nostálgica, com vontade voltar no tempo; mas ao mesmo tempo, me faz constatar o quanto aproveitei a vida loucamente hahaha.
      Beijos

      Sempre maravilhoso rebobinar, blogar, conversar contigo.

      Eliminar
  6. Opaaaaa que bom reviver essa época tão boa!
    Claro q vou participar!!
    Melhores jogos e desenhos que já existiram!! Eu amava!!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensei que não iria chegar nunca!!
      hahaha que bom que veio Aline.

      Eliminar
  7. Oi, Bia!
    Estou adorando viver esses momentos de lembranças.
    Nos anos 90 eu já não era mais criança, há um bom tempo, mas de qualquer forma, vivenciei todas essas novidades e mudanças de comportamento também.
    É muito bom relembrar!
    Obrigada. Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Márcia, fiquei muito feliz quando vi que veio participar desta edição. Obrigada ♥

      Eliminar
  8. Oi, Bia!
    Já estou participando do rebobina e adorando rever tudo isso, vocês tiveram uma ótima ideia!
    Já brinquei com tudo que foi citado aqui, e pra mim o que mais ficou diferente foi o Tamagotchi, que mesmo tendo agora mil atividades pelo celular, não é a mesma coisa. O Tamagotchi por ser sozinho parecia mais carente de nós do que um app de celular, pelo menos eu me sinto assim hahaha. E sobre o Tetris, acho que o charme era ser retrô mesmo, já que outro dia baixei no meu celular e não achei mais tão bacana :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Luciana! Obrigada, me divirto muuito com esse especial, e espero que você também tenha se divertido.
      Beeijos

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo