Mundo Fantástico da Bia: Sereias

17 de dezembro de 2016
Hello amores!

Já faz muito tempo que quero trazer a vocês postagens do meu mundo fantástico. Apesar de estar falha no gênero, amo fantasia e seres fantásticos, e por isso, nada mais justo que ter um espaço no blog para falar apenas desse amor.

Começo trazendo os seres fantásticos, em 2017 prometo que teremos mais resenhas do gênero para completar ainda mais o assunto.

Estou há mais ou menos dois meses quebrando a cabeça para decidir qual ser fantástico abriria essa coluna. Nada melhor que trazer aqueles que representam muito mais que fantasia, que saem das profundezas da literatura e vem ao mundo real em forma de estilo e modismo.

Atenção meninas e meninos, aconselho usarem protetores auriculares, pois o canto dessas criaturas é perigoso. Vamos falar sobre SEREIAS.





Toda lenda tem um começo, e de acordo com a literatura, as das Sereias teve início lá na Grécia Antiga.

A Mitologia Grega conta que as criaturas eram filhas do deus-rio Achelous e da musa Terpsícore. 

Habitavam os rochedos entre a Ilha de Capri e a costa da Itália. Eram lindas, possuíam o tipo de beleza encantadora, capaz de hipnotizar. E para completar, ainda eram donas de vozes maravilhosas; cantavam com tanta doçura que atraíam os tripulantes dos navios que ali passavam. Mas tudo não passava de maldade, elas se utilizavam das vozes e da beleza com o único intuito de fazer com que os navios naufragassem e seus tripulantes, morressem.

Era completamente impossível ceder aos encantos das sereias. Ainda de acordo com a Mitologia Grega, Odisseu foi um dos únicos que conseguira, ao tapar o ouvido de seus marinheiros com cera e amarrando-se ao mastro de seu navio para ser impedido assim, de se render ao canto das criaturas.

Interessante não é mesmo?

Resultado de imagem para sereias gregas

As Sereias tem hoje, na mitologia mundial, como principal característica física, a forma metade peixe e metade mulher. Mas nem sempre foi assim.

Em 1100 a.C. surge na mitologia grega as Sirenas, que assim como as Sereias, também provocavam naufrágios nas navegações com suas vozes, mas eram mulheres-pássaros.


Alguns admiradores acreditam que as Sereias foram uma transformação das Sirinas. Afinal, é mais fácil relacionar uma mulher-peixe ao mar que uma mulher pássaro.

O fato é que por muito tempo, na antiguidade, acreditou-se na existência das Sereias. 

Na Idade Média, a criatura foi vista como símbolo de pecado, da vaidade e até mesmo da luxúria pelo Cristianismo. Assim sendo, a lenda ganhou mais força e mais versões. Vamos conferir algumas lendas e fatos interessantes sobre as Sereias:
Murgen - A Santa Sereia?
Havia uma garota na Irlanda do Norte que fora transformada em Sereia por uma Deusa. Seu nome era Liban. 

Liban acabou sendo capturada por céticos, que a colocaram dentro de um aquário por 300 anos. 

Durante todo esse tempo, seu único desejo era a liberdade. Certo dia, alguns monges sentiram piedade de Liban, e a libertaram, porém a batizaram a fim de salvar sua alma, nomeando-a como Murgen, que significa "nascida do mar". Desde quando foi libertada, Murgen só desejava sua morte, pois acreditava que assim, estaria completamente salva. Quando faleceu, ficou conhecida como Santa Murgen.

Detalhe importante: é uma lenda, não existe registro desta Santa no catolicismo.


Estão vendo essa lontra na imagem? Alguns relatos contam que Liban fora transformada quando se afogava em um lago de uma gruta, e em sua companhia estava seu fiel cachorrinho. A Deusa a transformou em sereia e o cachorro fora transformado em lontra.
Muitas formas:
Na maioria dos descritos sobre as Sereias, encontramos a forma de mulher-peixe ou no máximo de mulher-pássaro. Seu tamanho seria consideravelmente normal.

Algumas descrições célticas relatam que as Sereias teriam tamanhos monstruosos, com mais de dezoito metros de altura. Ainda de acordo com tais descrições, elas poderiam ser encontradas não só no mar, como também em rios e lagos.


Há relatos que as Sereias podem trocar a cauda de peixe por pernas, podendo ainda assumir formas de golfinhos, gaivotas ou águias. Dizem ainda, que elas podem ser tão poderosas, conseguindo se personificar em tempestades e até mesmo na própria morte.
Maldição das Sereias:
Algumas lendas revelam que todas as Sereias eram humanas. É dito que uma mãe rogou uma praga sob sua filha, e esta foi transformada no ser. 


Universalmente falando:
O que todo mundo concorda, é que as Sereias são muito vaidosas, amam jóias e pedras preciosas. 

Seus hábitos são noturnos, sendo raramente vistas na luz do sol. Também são raras as vezes que aparecem em alto mar, gostam das encostas.

Seus apetrechos de sempre é o espelho e o pente, em alguns países ainda o véu ou o cinturão.

Seus poderes são o canto, que é capaz de enfeitiçar; conseguem proferir maldições. Suas vítimas são homens; elas buscam o contato para casar ou matá-los. O que mais almejam, segundo a maioria das lendas e versões, é ter uma alma.


Em cada canto do mundo há uma versão interessantíssima para as Sereias. No Japão por exemplo, elas não são bonitas, pelo contrário, são monstruosas. Acredita-se que a carne das mesmas trazem a imortalidade, que suas lágrimas transformam-se em pérolas e, quando consumidas, trazem juventude eterna. São conhecidas como Ningyo.

Na África, conhecidas como Mami Wata, tem o poder de capturar sonhos através de seu espelho. Se encontrar um espelho perdido, tenha certeza que Mami Wata se apoderá de seus sonhos, e eles somente serão devolvidos, com favores sexuais eternos.

Na França é conhecida como Melusina. Quando bebê, seu pai a espionou tomando banho e ela se vingou dele, mas não foi pedofilia acalmem-se. A mãe de Melusina era uma fada, e para se casar com o seu pai pediu que, como trato, ele jamais a visse banhar sua filha. Assim sendo, quando descobriu o que a filha fez, a amaldiçoou transformando-a em uma Sereia. A mascote da Starbucks é muito similar à Melusina.


E no Brasil? Temos Sereias?

Sim, a Iara nos representa.



Eu simplesmente amo a lenda de Iara. Seu nome, de origem indígena, significa aquela que veio da água. Conta a lenda que antes de virar sereia, Iara era uma linda índia trabalhadora e corajosa. Tinha destaque na tribo, e isso foi motivo de inveja entre os irmãos. Certo dia, ela escutou-os planejar sua morte e sempre corajosa, os esperou adentrar seu quarto. Quando seus irmãos entraram para atacá-la, ela se defendeu, porém os matou, rodeada por fúria. Ao cair em si, Iara foi invadida pelo medo e fugiu da tribo. Seu pai a amaldiçoou na condição de Sereia.

Vivendo ao norte do país, cada fase da lua, ela muda suas escamas. Porta um espelho de ouro, pois ama se pentear e se admirar em seu reflexo bem como no das águas. Ela canta, mas seu poder supera as estrangeiras: mesmo sem usar do canto, Iara consegue atrair qualquer homem apenas com o seu chamado. Seu intuito é atraí-los para a morte. Muito difícil quem sobrevive, dizem que, os que conseguiram resistir a Iara, enlouqueceram no retorno para casa. Mas existe cura: basta ser benzido por um pajé.
Afinal, elas existem?
No passado, na época em que o homem começou a navegar em alto mar, tudo era muito desconhecido, ninguém sabia o que encontraria por lá. Há relatos escritos até mesmo de Colombo confirmando o avistamento das Sereias, porém, o medo faz a gente ver coisa não é mesmo? E vale lembrar que naquela época não havia tanto conhecimento das criaturas marítimas, podendo facilmente um peixe de maior porte ser confundido. 

Nos textos que encontrei na net sobre Iara, os escritores afirmam que entre algumas tribos indígenas, a lenda permanece viva. Eles acreditam fielmente em sua existência.

Certa vez, o canal Animal Plant exibiu um documentário fictício para reviver a lenda das Sereias.

Acontece que o negócio foi tão real, e não sei se eles explicaram que se tratava de ficção, que quem assistiu acreditou mesmo na existência do ser. Inclusive, a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA), precisou fazer um comunicado oficial para negar a existência das Sereias.

Resultado de imagem para gifs sereias

Na Literatura e Cinema:
Faz muito tempo que não leio nada que tenha as criaturas como personagens principais. O site Listas Literárias, aponta 10 livros de Sereias para ter na estante. 

E sobre filmes, vale a pena ler o top dez do blog Sereismos

Um estilo chamado Sereísmo:
As Sereias são tão amadas que acabaram tornando-se um estilo de vida. Há Sereias na vida real, mas calma, elas não foram amaldiçoadas nada do tipo, simplesmente optaram por isso.

As Sereias da vida real são mulheres apaixonadas pelo mar e pelo meio ambiente. Tem uma conexão tão profunda com o mar que acabam por se sentirem Sereias. 

Mirella Ferraz é a primeira Sereia brasileira, e vocês poderão saber um pouco mais a respeito lendo a reportagem da Capricho.


Mas não é preciso se tornar uma Sereia para ser adepta ao Sereísmo, em minha humilde opinião. As criaturas fantásticas, donas de beleza única, invadiram o mundo fashion. É tendência!!








Ain gente, estou apaixonada por tudo isso!!

E querem mais? Existem blogueiras maravilhosas que contribuem (e muito) para esse boom! Vale a pena acompanhar:

Sereismo.com foi o pioneiro, comandado pela já conhecida Bruna Tavares (do Pausa para Feminices) e pela Camila Gomes, tem tudo sobre o tema; desde aspectos culturais à tutorias de beleza inspirados nas Sereias;

Sereismos traz todas as novidades acerca do tema, desde curiosidades a lançamentos de filmes, livros, etc. Eu adorei!



Gostaram do post? Que outra criatura fantástica gostariam de ver por aqui? Espero seu comentário!!

Ahh e me deem dicas de livros para ler que tenham sereias!

Beeijos!


Para a elaboração deste post, utilizei dados e informações dos sites a seguir:




Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
12 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

12 comentários:

  1. AMO Sereias! Qnd criança ia pra fazenda do meu pai, lá tinha um rio/represa e euzinha sonhava com o dia que flagraria uma Sereia penteando suas lindas madeixas, kkkk... Não consegui simbolizar as Sereias como seres amaldiçoados, elas sempre são lindas no meu imaginário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore mio!! Como pôde ver, eu também amo Sereias, e assim como vc, nunca consegui associá-las a maldição. Não coloquei no post, questão de falha, mas acho que elas representam o empoderamento feminino.
      Beeijos

      Eliminar
  2. Post maravilhoso!Li por cima mas já estou salvando o link para lê-lo completo haha
    Sempre me interessei por sereias e outros seres marinhos, o oceano em geral me fascina. Há tanto pra conhecer, né?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Fabio!! Obrigada, espero que tenha curtido o post por completo.
      Beeijos

      Eliminar
  3. Oi Bia, tudo bem?

    Que post lindo e super completo!! Sereias sempre me intrigaram e não conhecia a Murgen e nem a lenda de Lara, fiquei impressionada! Sensacional! Parabéns por toda a pesquisa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  4. Biaaaa, adorei o post! Sereias me fascinam! Recentemente li o livro da Kiera Cass, A Sereia, e simplesmente gostei mais do que "A Seleção". hahaa Acho essa mitologia fascinante, achei muito legal a forma como você trabalhou o tema trazendo da Grécia aos primeiros habitantes do Brasil. Sabe, eu sou um tipo estranho de pessoa, sempre acho que sereias e dragões existem em qualquer lugar do mundo! hahaha #Loka

    #DoQueEuLeio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore! Obrigada pela indicação, vou colocar esse livro na minha listinha. Ahhh eu também sou estranha viu (#tamojunta), acho que tudo pode existir se a gente quiser.
      Beeijos

      Eliminar
  5. Olá Bia, que lindo falar sobre as sereias fico encantada com a história. Parabéns pela pesquisa, descobri muitas coisas que não conhecia só sabia o que a maioria sabe, que elas são metade peixe e metade humana, mas não conhecia a história em si.
    Vou aguardar os outros seres fantásticos ;)

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Mila!! Muito obrigada ♥
      Em breve trarei mais!
      Beeijos

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo