Em foco: Misery - Stephen King

11 de janeiro de 2017
Olá amores! Tudo bem com vocês? Hoje estreio mais uma coluna.

Em Foco será uma coluna do blog que terá o intuito de trazer curiosidades e outras opiniões de leitores acerca de uma obra.

A obra que está Em Foco hoje, é Misery - Louca Obsessão, de Stephen King.


Se você é do tipo de leitor que adora ler sobre torturas físicas e psicológicas, Misery - Louca Obsessão é a perfeição em forma de livro.

Annie Wilkes é a vilã da obra; uma mulher completamente louca e obsessiva. Paul Sheldon é um escritor muito famoso, e uma de suas obras traz a personagem favorita de Annie. Devido a um acidente, Paul acaba sendo "resgatado" justamente por sua fã número 1, a própria Annie. Mas ela era doentia, não estava em seu roteiro de leitora proporcionar uma boa estadia ao escritor que matara sua personagem predileta.


Como a própria sinopse já deixa claro, é um livro de terror psicológico sobre um escritor que tem o grande prazer de não apenas encontrar sua fã número um, mas de ter sua vida salva por ela! E como se não bastasse, é relembrado disso hora após hora, como uma daquelas dívidas de vida que cavaleiros costumavam ter quando alguém os salvava. - Tisa, Mago e Vidro

O livro todo é um terror psicológico e eu creio que esse é pior do que ler pessoas sendo mutiladas e afins. Era bem agonizante ver Paul sofrer nas mãos de Annie, principalmente quando ela o privava no remédio que estava medicando para sua recuperação. Isso quando ela não apela para o castigo físico. Doeu em mim o desespero de Paul. - Luiza, Balaio de Babados

O livro possui apenas dois personagens, Paul e Annie. Com 326 páginas, vivenciamos a fundo esses dias de tortura à Paul, descobrindo mais segredos obscuros dessa vilã.

Conheçam a opinião de alguns leitores:

Foi o livro mais perturbador que li. Você não lê calmamente, degustando palavra por palavra. A leitura é devorada, e eu fiquei com o coração na mão até o desfecho. A cada página, descobrimos mais sobre Annie, e assim como Paul, nosso medo aumenta a cada descoberta.
Outro fato interessante foi a forma da escrita do livro. Não li todos os livros de Stephen, mas ouso dizer que sua escrita em Louca Obsessão está única, própria para o suspense. É muito surreal porque as vezes, os pensamentos e narrativas de Paul e Annie eram simplesmente jogados para nós, sem a identificação de cada um. E dá pra saber exatamente quem é. Os personagens ganham vida, são mais intensos. - Lua Literária, agosto de 2016.

Assim como em Joyland e em seus contos em Escuridão Total Sem Estrelas, Stephen King mostra em Misery que o ser humano pode cometer atrocidades tão piores quanto monstros sobrenaturais. - Balaio de Babados, novembro de 2016

King escreve seu tipo de história que eu mais gosto de ler: aquela que lida com monstros reais. O enredo me deixou completamente angustiada. Paul está totalmente a merce da louca da Annie que, apesar de louca, é extremamente esperta. Você vai lendo e chega em um ponto que não consegue ver saída para esse cara por mais que você torça por ele. Apesar de angustiante, Misery tem um ou outro momento divertido. Não contive a risada em momentos como enquanto Paul brigava com a velha Royal ou tecia pensamentos sórdidos contra Annie. Afinal, é melhor rir do que chorar. - EntreLinhas Fantásticas, junho de 2016

Admito que, a princípio, antes de ler, a estória não havia me cativado muito, pois achei que talvez não haveria conteúdo o bastante pela sua premissa, mas fui graciosamente surpreendida. O livro, em suas 326 páginas, te faz sentir-se agoniado juntinho com o Paul. Parece que cada raiva, dor e desespero são seus.
Fui surpreendida, mesmo, pois apesar de ser fã do escritor eu não havia entrado na leitura com grandes expectativas. - Mago e Vidro, fevereiro de 2016

Curiosidades:

  • Stephen teria afirmado que a dependência do personagem Paul ao medicamento fictício "Novril" seria uma metáfora à sua própria dependência às drogas e ao modo como, na época, sua família o teria ajudado a resolver o problema.
  • O livro foi escrito em um mês, sendo assim considerado o mais rápido escrito por King.
  • A ano de publicação foi 1987.
  • Annie Wilkes faz aniversário no mesmo dia que Travis Maddox: 01 de abril, dia da mentira. A vilã de Misery nasceu no ano de 1943.
  • O livro ganhou uma adaptação para os cinemas em 1990.
  • Kathy Bates interpretou Annie Wilkes, levando o Oscar de melhor atriz pelo trabalho.

Resultado de imagem para annie wilkes gifs animadas

  • No filme, a máquina royal usada por Paul para escrever "O Retorno de Misery" é a mesma utilizada por Stephen quando criança.


  • No clipe da música "Please Dont't Leave", há várias referências às obras de Stephen, em especial à Misery.


Referência: Site Stephen King

Capas por ai:

 

 

 

 

 

 




Gostaram da nova coluna? Aprovaram? Conto com a opinião de vocês.

Beijos lindezas!



Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
12 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

12 comentários:

  1. Oi, Bia!
    Nossa! Fui referenciada. Que honra, viu?
    Eu assisti a adaptação antes de ler o livro e adorei! Acho que foi uma das melhores adaptações que assisti.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Lú! Ainda não assisti ao filme, apesar de ter muita vontade. Espero assistir em breve.
      Beeijos ♥

      Eliminar
  2. Oi Bia!! Eu não costumo ler livros assim, mas é o mestre King, com ele a gente sai da zona de conforto numa boa rsrsrs Mas olha, esse gif, doeu até o meu pé hehehehhee

    Excelente resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Mi! Ahh eu amo esse cara, impossível não querer ler o que vem dele. Me senti desconfortável em alguns momentos, mas com certeza foi uma leitura inesquecível. Vale a pena.
      Beeijos

      Eliminar
  3. Oi Bia, adorei a nova coluna, muito interessante mostrar a opinião de mais pessoas sobre um determinado assunto.
    Gostei muito da sua resenha, por incrível essa foi a primeira resenha que li sobre, e gostei também da opinião de todos, me deixou muito curiosa pela leitura, parece ser realmente uma obra incrível e muito bem escrita, adoro livros com temas que exploram nossos sentimentos.
    Adorei diversas capas que o livro ganhou, não conhecia algumas!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Claris!! Fico feliz que tenha gostado da coluna e da obra. Espero que leia!!
      Beeijos ♥

      Eliminar
  4. Oi, Bia. Achei tão legal a ideia do post! Eu nunca li nada do King, então eu estou bem ansiosa para ler algo que eu realmente goste. Tenho até certo receio de ler thriler psicológico porque sou uma pamonha derretida, fico meio sem jeito quando eu tomo as dores dos personagens, e tenho certeza que passarei por isso.
    Eu gostei muito da capa do livro que foi feita em desenho, com a pequena casa no meio do nada - acho que reflete bem a obra.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore! Obrigada, fico feliz que tenha gostado da coluna. Então, se você tem medo, acredito que não é uma boa escolha começar com Misery. Inicie com Carrie ou Joyland, são mais leves.
      Beeijos ♥

      Eliminar
  5. Oi Bia! Depois que eu ler It, quero ler este e também Revival do King. O homem escreve bem demais!

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Cida!! Estou louca por "It", quero comprar em breve. Mas acredito que irei comprar "Revival" bem antes, já que está na lista do clube de leitura.
      Beeijos

      Eliminar
  6. Olá Bia!
    AIII QUE AMOR VOCÊ PEGOU UM TRECHO MEU <3
    Adorei! Legal ver outras opiniões assim unidas. Terminei semana passada o Sobre a Escrita e o King conta justamente essa curiosidade sobre sua dependência. E não sabia que a Royal é a mesma que ele utilizava!
    Bjão

    ~~~EntreLinhas Fantásticas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Thalita!! Fico feliz que tenha gostado, sua resenha foi uma das culpadas por eu passar esse livro na frente de muitos outros rsrs. Fiquei mega ansiosa pra ler após conferir sua opinião, ela não poderia faltar.
      Beijos ♥

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo