Resenha: Tentação sem Limites #2 - Abbi Glines (Série Rosemary Beach)

27 de fevereiro de 2017
Título: Tentação sem Limites
Série Rosemary Beach - Livro II
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 208
Skoob
Comprar: Amazon | Lojas Americanas | Submarino
Sinopse: Ela não consegue deixar de amá-lo, mesmo sabendo que jamais o perdoará.A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la?
O terrível segredo de Rush Finlay.Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo.Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente.Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela.Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.
 Romance, Erótico, Série, Literatura Estrangeira

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO 

Hello amores!! 

No primeiro livro, Paixão sem Limites, ficamos sem chão com a degustação do que viria no segundo. Ao que tudo indicava, Blaire estaria grávida. 

Com todas as revelações sobre as tretas que uniam o mundo de Blaire e Rush, o romance desse casal seria completamente impossível; sem contar que o cara vacilou feio escondendo toda a verdade da mocinha né gente? 

O fato é que um romance entre Blaire e Rush tinha todas as possibilidades do mundo para dar muito errado. Vejam bem, a família de Rush jamais aceitaria Blaire, principalmente Nan, a tão problemática irmã. O mundo dos dois era diferente, Blaire uma garota simples, Rush milionário. Porém, eles se amavam. 

Fica nítido, desde as primeiras páginas, que Rush estava desesperado por notícias de Blaire. Ele se arrependera de tudo e estava decidido a passar por cima até mesmo de sua mimada irmã para viver esse amor. 

Estamos falando de um livro da Abbi Glines, claro que o teste de gravidez iria ter um resultado positivo. Blaire, grávida e desempregada, se vê mais uma vez sozinha. Como conseguiria enfrentar uma gravidez? E como Rush reagiria? 

“Naquele momento, recordava-me de uma passagem da Bíblia sobe Deus não nos fazer enfrentar mais do que podíamos suportar. Estava começando a me perguntar se isso valia apenas para quem ia à igreja todos os domingos e rezava à noite antes de dormir. Porque ele não estava pegando leve comigo.” – página 17

Ela retorna à Rosemary Beach, sem revelar sua gravidez para ninguém, nem mesmo para sua melhor amiga Bethy, grande responsável por esse retorno. 

De volta ao seu antigo emprego, um encontro com Rush seria inevitável. 

Meu coração não se aguentava por esse reencontro. Fiquei sentida pelas atitudes do mocinho, mas no fundo o compreendia. Quando temos família envolvida no assunto, é realmente complicado.

Quando finalmente ocorre, é a coisa mais linda, meu estômago se encheu de borboletas e torci muito para que o casal reatasse. Não seria tão fácil, vale deixar claro. 

Nan ainda é problema. Mesmo que Rush tenha a colocado em seu devido lugar, a garota vai aprontar muito nesse livro. Porém, também consigo entendê-la. Ela sofreu pra caramba, toda essa maldade tem explicação. E isso me deixou ainda mais curiosa por sua história. 

Tentação sem Limites é com certeza um livro delicioso, pra ser devorado em um dia. Apesar de muitos clichês, quem gosta de um bom romance cheio de tretas e dramas, é um prato cheio. 



Já disse e repito: amo a escrita da Abbi. Mesmo com todos os clichês, fico completamente envolvida com a leitura. Porém, teve alguns pontos negativos. 

A primeira coisa que me irritou no livro foram os enjoos de Blaire. Ok, algo completamente normal em uma gravidez, mas a situação era a seguinte: ninguém sabia sobre a gravidez de Blaire, e simplesmente, quando a moça passava mal, todos já concluíam que se tratava de um bebê. Pelo jeito em Rosemary Beach não existe virose. 

Outro ponto que me irritou profundamente: a dependência de Blaire para com Rush. No primeiro livro, a garota estava perdida, mas pra mim havia ficado claro que ela sabia se virar sozinha. Já neste, foi totalmente diferente. Blaire se tornou uma mocinha fraca, dramática e dependente de um “macho alfa”. 

Compreendo que ela estava completamente apaixonada, e o que essa garota sofreu, talvez seja até maldade da minha parte exigir que essa mocinha fosse forte. Sei lá, em minha opinião Rush tirou o brilho de Blaire, lá no meio do livro já não torcia por esse casal. 

E claro que não faltou a cereja do bolo do meu ódio: nas cenas eróticas o mocinho solta a frase mais famosa do machismo “porque você é minha”. Ai gente, o que é isso? 

Poderia ter abandonado o livro nessa frase, mas Abbi é uma bruxa que faz alguma magia negra ou algo pior, não consegui largar a leitura mesmo que incomodada com esse machismo todo. 

Os demais personagens da trama são ótimos e bem construídos, dando motivos de sobra para que eu leia os demais livros da série.

É isso, mesmo com os pontos negativos, continuarei a investir na série.

Nota: 3,0

Resultado de imagem para separador de posts para site
A Autora

Abbi Glines nasceu em Birmingham, Alabama. Morou na pequena cidade de Sumiton até os 18 anos, quando seguiu o namorado do colégio até a costa. Atualmente os dois moram com seus três filhos em Fairhope, Alabama.

Autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, Abbi é viciada no Twitter (@abbiglines) e escreve regularmente no seu blog.

Resultado de imagem para separador de posts para site
Outras resenhas de livros da autora já publicadas no blog:


Resultado de imagem para separador de posts para site



Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
12 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

12 comentários:

  1. Eu não sei pq tanta gente se incomoda com o Rush possessivo! Hahaha eu não ligo a mínima, mulher gosta de se sentir amada e exclusiva, ele nunca passa dos limites, tipo prendê-la em casa hahaha
    Melhor ser assim do que um cara que nunca se faz presente na vida da mulher!
    Na olha... Essa Nan me da nos nervos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore! Rush possessivo não influenciou minha nota. Particularmente não gosto dessa característica do cara, não me sinto bem lendo as cenas em que ele demonstra isso entende? Mas o que me incomodou muuito foi a dependência de Blaire para com ele, isso sim contribuiu na avaliação.
      Beeijos

      Eliminar
  2. Olá!!
    Nan é uma personagem que dá vontade de baterrr! Estou bem curiosa pra ler o livro dela.
    Eu adoro o Rush e a Blaire, mas tenho outro casal favorito (não sei se devo dizer quem é, vai que é spoiler, né? Hahaha).
    Espero que goste mais do próximo volume!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Mônica!! Eu também estou me trincando de curiosidade. Quero ler de acordo com a ordem de publicação, mas não estou me aguentando para ler "Amor sem Limites".
      Beeijos

      Eliminar
  3. Oi!! Eu comprei os dois primeiros livros dessa série. Sua resenha por incrível que pareça me fez ter certeza que minha aquisição foi ótima. Estou bem curiosa para saber como vou reagir aos seus pontos negativos. Confesso que não vejo como machismo, mas uma mera afirmação do gostar dele e de não querer perdê-la. Creio que machismo é quando existe uma relação abusiva. Mas não irei defender e nem julgar preciso ler o livro antes hahahaha

    Click Literário 

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore!! Eu considerei machismo pelo fato de ele tratar Blaire, mesmo que em quatro paredes, como uma propriedade. Sinceramente, não iria gostar dessa frase na vida real. E não consigo deixar de me incomodar com ela nos livros também.
      Mas como disse no primeiro comentário, e não esclareci tão bem na resenha, só acho essa frase machista. O que me incomodou mesmo no livro foi a mudança de Blaire, que passou a ser muito dependente de Rush.
      Acredito que irá gostar da leitura, não deixa de ser um bom livro!
      Beeijos

      Eliminar
  4. Oi, Bia!
    Eu não tenho mais saco para mocinhas dependentes e mocinhos macho-alfa. Já deu... Fora que essa série é infinita hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Resenha Premiada Paixão e Crime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkk exatamente, nunca tem fim!! Mas são livros rápidos de ser lidos, e ótimos para quando bate uma tpm sabe?
      Beeijos

      Eliminar
  5. Hahaha acredita que o machismo excessivo também me incomodou nos livros da abbi? Mas, no geral, gostei dos que eu li (esses dois e estranha perfeição). Se ela saísse desse padrão passiva-agressivo, acho que dariam ótimos livros.

    Abraço!
    https://lupiliteratus.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Fabio! Acredito hahaha. Muitas pessoas não enxergam como machismo, mas eu levo muito ao pé da letra. Imagino a situação na vida real, e não consegue me descer alguém falando que a outra pessoa "pertence" a ela.
      Mas também gostei. Acho que são partes desnecessárias, mas a gente pula e esquece né? hahaha
      Beeijos

      Eliminar
  6. Oi Bia! Eu acho que todos os mocinhos da Abbi soltam essa frase rsrsrsrrss Mas o mocinho mais legal dela é o Mase <3 E estou super curiosa com o livro da Nan, quero só saber o que a autora guarda pra ela rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai sério? Todos eles? Eu acho que Nan não iria gostar de ouvir isso. Até imagino ela reagindo negativamente a essa frase rsrsrs.
      Beeijos

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo