Mundo Fantástico da Bia: Curupira

29 de março de 2017
Oi gente!! Existem muitas criaturas fantásticas em nosso folclore. As lendas são instigantes!

A segunda edição do meu mundo fantástico recebe a entidade mais conhecida do nosso folclore. Ele é protetor das florestas, tem cabelo vermelho e seus pés são virados para trás. Já sabem de quem estou falando? Do Curupira.


Ao que tudo indica, a lenda do Curupira foi a primeira a ser documentada no Brasil. Em 1560 aproximadamente, foi relatada pelo Padre José de Anchieta:
"É coisa sabida e pela boca de todos corre que há certos demônios, chamam Curupira, que acontece aos índios muitas vezes no mato, dão-lhe açoites, machucam-nos e matam-nos. São testemunhos disso os nossos irmãos, que viram algumas vezes os mortos por eles. Por isso, costumam os índios deixar em certo caminho, que por ásperas brenhas vai ter ao interior das terras, no cume da mais alta montanha, quando por cá passam, penas de aves, abanadores, flechas e outras coisas semelhantes, como uma espécie de oferenda, rogando fervorosamente aos Curupiras que não lhes façam mal".
Seu nome inclusive é de origem indígena: Curu é uma derivação de curumim, que significa menino, e Pira, corpo; ao pé da letra Curupira significa corpo de menino

É comumente relatado como um menino, com pés virados para trás e cabelos vermelhos como o fogo. Habita as florestas, sendo um grande protetor da fauna e da flora.

O Curupira não é um vilão. Todas as suas atitudes visam a proteção da natureza.

Ele utiliza estratégias para despistar caçadores e malfeitores das matas. Consegue fazer com que eles se percam na floresta; reproduz sons como assovios e gritos para espantá-los; por vezes se utiliza do seu poder de encantamento para deixar o animal caçado invisível e ainda para atrair o malfeitor para alguma de suas armadilhas. 

Pune severamente qualquer pessoa que faça mal à natureza. Uma das suas punições é transformar o predador em presa. 

O Curupira não gosta de ser visto por humanos. É muito rápido e seus pés voltados para trás é uma ótima artimanha para despistá-los. Não se enganem com seu tamanho: apesar de pequeno, é muito ágil e forte.

Os portugueses o consideravam um demônio. Desaparecimentos de caçadores e exploradores da natureza, esquecimento de caminhos, pavor súbito e inexplicável dentro das matas é atribuído as artimanhas de Curupira.


Ele não pune quem se utiliza da natureza para própria sobrevivência. 

Curupira tem lá seus vícios. Ama fumo e pinga. Por esse motivo, seringueiros e roceiros deixam as especiarias na mata como oferenda à entidade. 

Alguns caçadores realizam essa oferenda para distraí-lo. O que é muito arriscado, já que Curupira não tem piedade de quem o engana para prejudicar a natureza. Os antigos contam que a pior consequência da punição de Curupira não é a morte. Por vezes ele tortura tanto uma pessoa que a deixa insana pelo resto da vida.

Da mesma forma que Curupira odeia as maldades dos adultos, ele se encanta pelo coração bondoso das crianças. Como vive muito sozinho, por vezes utiliza seu poder de encantamento para atrair crianças para a mata. A lenda diz que uma criança raptada pelo Curupira retorna completamente apaixonada pela natureza.

Raptar crianças com toda certeza é o motivo pelo qual se deve temer a criatura. Mesmo não lhes fazendo mal algum, ela passa sete anos na floresta, sem que seus pais a vejam. Algumas se apaixonam tanto pelo esconderijo de Curupira que nunca mais retornam para casa.

Curiosidades:

♥É um marco da cultura brasileira, sendo completamente útil para conscientizar crianças na preservação da natureza. O mito é totalmente brasileiro, não tendo influência alguma dos colonizadores.

♥ Existe uma maneira de fugir do Curupira, caso fique perdido em uma floresta: basta fazer um novelo de cipó, com a ponta escondida. Jogue na mata e o desafie a encontrar a ponta. Por ser muito curioso e amar desafios ele não resistirá. Enquanto tiver distraído, seu encantamento ficará adormecido e você conseguirá encontrar o caminho para casa.

♥ Muitas vezes o Curupira é confundido com o Caipora, outra entidade de nosso folclore. Mas existe uma grande diferença: o segundo tem os pés normais.

♥ A aparência do Curupira varia muito de região para região. No Pará, ele é descrito como calvo e com o corpo coberto de pelos. No Acre, seus cabelos são revoltos e voltados para cima. Os índios tupis descrevem que os dentes da criatura são verdes como esmeraldas.


♥ Para os índios, era considerado uma criatura perigosa, demoníaca e maliciosa. Inclusive fora comumente associado a abusos sexuais, violência e rapto de crianças.


♥ Em algumas regiões, o Curupira não é visto como "infantil". Dizem que o carinha tem um grande apetite sexual, sendo o culpado pelo sumiço e abuso de muitas índias na época da colonização. É dito ainda que o membro sexual do ser é bem avantajado.

♥ Sempre que uma chuva forte se aproxima, o Curupira corre pelas matas montado em seu javali com um machado feito de casco de jabuti, batendo nas árvores. Isso para ver se elas são fortes o suficiente para resistir à tempestade. Caso não, ele avisa aos animais para não se aproximarem.

♥ Ele não gosta de lugares muito habitados, por isso o encontramos apenas em florestas.

♥ É uma entidade tão importante em nosso folclore que tem até um dia para sua comemoração: 17 de julho é o dia do Curupira!

Na literatura:

O personagem sempre foi colocado em evidência por Monteiro Lobato. Todos os amantes do "Sítio do Picapau Amarelo" vez ou outra ouviram falar do Curupira.

Recentemente, M R Terci também reviveu essa lenda na obra Deuses Tupiniquins. Esquecido pela população, Curupira continua isolado, mas não nas matas. Ainda traiçoeiro, seus vícios se mantém fortes ou até piores. O personagem tem papel fundamental no enredo do livro.





Fontes de Pesquisa:

Gostaram? Comentem!

Beijos

Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
24 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

24 comentários:

  1. Oi! Que interessante, nunca curti lendas. Mas na escola se fala muito. Hoje nem tanto. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amore! Eu curto demais, como pode perceber rsrs.
      Beijos

      Eliminar
  2. Momento curiosidade nível extreme: não tem jeito, vou reservar um espaço para os Deuses Tupiniquins. Outro estava pensando como seria trazer alguns personagens folclóricos para romances contemporâneos, há tantas versões para os contos de fadas, outras tantas para os deuses mitológicos, enquanto os personagens do nosso folclore são esquecidos.

    Adorei o post.
    Beijos! ❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rsrs ahhh era essa a intenção. Concordo plenamente contigo, nossa cultura vai caindo no esquecimento né, e são tantos personagens que trazem estórias instigantes.
      Beijos

      Eliminar
  3. Oi, Bia!
    Eu sabia pouca coisa sobre o Curupira. Teve coisa aqui que me deixou de queixo aberto.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Lu!!!
      Fico feliz que meu post foi informativo pra você.
      Beijos ♥

      Eliminar
  4. Olá Bia, conheço a história do curupira bem por alto e também quando assistia O Sitio do picapau amarelo gostava tanto kkkkk. Fiquei bem impressionada pois não sabia nem um terço sobre esse personagem o Curupira. Amei descobrir mais do seu mundo fantástico.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Nossa que postagem cultural e interessante! Realmente ele é associado a proteçao da natureza, mas tem cada coisa medonha sobre ele que também dá medo. Postagem bem informativa!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderEliminar
  6. Oi Bia! eu adoro seus posts culturais, estou sempre aprendendo com vc! Quando criança eu tinha medo do Curupira, mas depois fui entender a função dele na natureza! Acho bem bacana explicar tudo isso pra criançada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fico feliz demais com isso rsrs. É essa a intenção.
      Beeijos

      Eliminar
  7. Olá!
    Que legal esse post <3 eu sempre ouvi histórias do Curupira e tinha até um pouco de medo kkk. Na minha região ele é um menino normal, com os pés ao contrário e cabelos vermelhos, sempre com um arco e flecha (ou lança, não lembro). Gostei muito!!!

    xoxo
    http://ldesaturno.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Minha avó me contava altas histórias de terror do curupira haha! Adorei saber mais e ver que não é tudo isso, ótimo post!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkk eu sempre conheci a versão boazinha dele. Depois que fui sabendo de "alguns podres" rsrs.
      Beijos, obrigada

      Eliminar
  9. Oi Bia...

    Adorei a postagem... morei muitos anos no nordeste e o conto do Curupira foi um dos que mais ouvi além do Cabeça de cuia e bumba meu boi... Eu acho interessante você trazer esses temas até para conhecimento de quem nunca ouviu falar...temos várias curiosidades e fiquei passada com o negócio lá avantajado kkkkk xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk ai Dih ri alto de você. Quando estava fazendo as pesquisas, também fiquei surpresa por essa citação a respeito da sexualidade de Curupira, pois sempre o enxerguei como uma criança inocente rs.
      Beijos
      http://lua-literaria.blogspot.com.br/

      Eliminar
  10. Como sempre, post impecável <3
    Adorei saber de todos esses lados da história desse ser, que é um dos maiores do nosso folclore.

    Abraço!
    https://lupiliteratus.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Ual!
    Adorei esse post! O folclore brasileiro é maravilhoso eu amava estudá-lo!
    Adorei tudo, inclusive as ilustrações!
    Beijão
    www.a-toca.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Lua, fico muito feliz que tenha gostado.
      Beijos

      Eliminar
  12. Oi, tudo bem?
    Sempre achei o curupira um personagem interessante da Cultura folclórica.
    Gostei de saber mais sobre ele, pricipalmente as curiosidades.

    Beijos
    http://construindoestante.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Eliana!!
      Que bom que gostou ♥ Volte sempre.
      Beijos

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo