Resenha: Minha Última Chance - Vanessa Sueroz

19 de abril de 2016
Título: Minha Última Chance
Autora: Vanessa Sueroz
Publicação Independente
Ano: 2010
Páginas: 75
Skoob
Comprar: E-book
Minha última ChanceSinopse: Não sei por onde começar, mas a minha vida perfeita terminou!""Sou Igor Cintra, prazer. Faço faculdade de medicina na melhor faculdade do país, período integral, infelizmente. Atualmente moro em uma república próxima da faculdade. Moro na república com meus grandes amigos Cláudio, Vagner e o Daniel. ""Eu sou loucamente apaixonado pela Hel, mas ela nunca aceitou um convite meu nem ao menos para tomar um sorvete na esquina. ""O importante é que em um belo dia o Cláudio, que adora aprontar por aí comigo, teve uma brilhante idéia que mudou a minha vida. Tudo bem que não se pode confiar nos planos malucos do Cláudio, mas como o Daniel também achou uma boa idéia, eu resolvi entrar nessa história maluca e ter uma chance de conquistar a Helena.""Uma aposta... Somente uma aposta e eu teria finalmente a minha chance, a minha última chance."



 Oi oi meu povo!! Hoje temos resenha de romance fofo.
 Igor é um moço lindo, que cursa medicina em uma ótima faculdade. Assim que o cara entra em cena, até eu, leitora e casada, fiquei com vontade adentrar o livro para agarrá-lo à força. A única mulher que parece ser imune ao boy magya é Helena, também estudante de medicina.
 Na verdade, Helena demonstra odiar o moço. Não quer saber de papo, tão pouco intimidade. A antipatia da garota é tamanha, que Igor não pode nem chamá-la pelo nome: ele deve tratá-la pelo sobrenome, assim como ela o trata.
 Claro que ele poderia muito bem evitar o contato com essa menina; mas acontece que Helena é simplesmente o amor da vida de Igor.
 Não conseguia entender duas coisas: Como alguma garota poderia esnobar tanto um garoto, sendo algumas vezes até grossa? E como um garoto poderia gostar de uma garota que tanto o odiava?
 O fato é que Igor não desistia. Por mais fora que levasse, lá estava ele tentando uma aproximação (em vão).
 Certo dia, os amigos de Igor resolvem ajudá-lo. Propõem uma aposta tudo ou nada, onde, por um dia (na festa do dia das bruxas), Helena baixaria a guarda e tentaria conhecer Igor melhor. E o rapaz não poderia se aproveitar da situação. Nada de beijos ou carícias. Caso ele conseguisse mostrar à Helena que era um homem legal, ganhava a aposta e quem sabe não começava o relacionamento que tanto almejava? Caso não, ele deixaria Helena em paz para o resto da vida, sem contato físico ou por palavras.
 Um risco? Sim, pois tudo indicava que ele iria levar a pior. Mas era sua última chance de tentar conquistar o coração dessa garota tão arredia. Como será o desfecho dessa história?
 Com poucas histórias lidas da autora, afirmo até agora que sempre encontrei romances leves, que tem o poder de me relaxar. Neste caso, confesso que comecei sem muita conexão à história e aos personagens. O livro é narrado por Igor, e, por já estar na faculdade e ter passado do período da adolescência; me pareceu imaturo demais para o momento em que vivia. Algumas partes não me foram tão palpáveis, e, após terminar a história, descobri o motivo. Acho que o conto merecia um maior desenvolvimento; um maior número de páginas.
 A paixão louca de Igor, assim como a possível repulsa de Helena; de início, era inexplicável pra mim. Não conseguia mesmo compreender o motivo de tanto amor e de tanta raiva. Foram sentimentos muito intensos, que tiveram poucas páginas para serem desenvolvidos. E por isso repito: essa história merece mais páginas!
 E então, quando chegamos na parte da aposta, é impossível não ficar envolvido. Mesmo com Helena sendo tão rabugenta, não deixamos de torcer para que ela enxergue o amorzinho que é o Igor. Amei toda essa fofura e inocência em torno do “improvável” casal. Está ai outra característica que amo na autora: o resgate do romance inocente, da paquera, da conquista. Eu realmente sentia falta disso nos romances contemporâneos.
 Termino minha resenha recomendando o livro. Foi uma leitura gostosa, cheia de fofura, apesar das críticas negativas que levantei. E fica um apelo à autora: que tal transformar o conto em um livro?  Adoraria passar mais tempo com os personagens.

Nota: 3/5
Sobre a Autora:
 Vanessa Sueroz nasceu em São Paulo, fez faculdade de Ciências da Computação e trabalha como Analista de sistemas em São Paulo. Começou a escrever com 8 anos de idade e começou a publicar fanfics em 2006 para conseguir um público leitor para publicar finalmente seu primeiro livro em 2011.
Blog | Fanpage | Skoob | Twitter

Outras Obras da Autora:

Conquistando o Garoto  Odiado Admirador Secreto Presente de Aniversário Confusões em Paris Eu te Amo mais  Três Botões






Post por: Bia Gonçalves
Sua maior paixão são os livros que lhe fazem viajar. Odeia mesmices, por isso adora se aventurar nas páginas de uma boa fantasia e se prender a um terror daqueles de parar o coração.
4 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

4 comentários:

  1. O conto me lembrou muito Confusões em Paris da autora, li por meio do Book Tour e curti, ele tem essa pegada de Minha última chance, da moça rabugenta que não consegue gostar do doce rapaz, rs, tem como não amar? Gosto de romances assim, inocente, paquera e conquista e concordo, hoje em dia, está em falta, muitos só sabem fazer o romance miojo, olhou, falou, pronto estão apaixonados... Enfim, adorei a resenha, mesmo com as ressalvas quero muito ler o conto, afinal, adorei Confusões em Paris e me lembrou muito o enredo, então acho que vou gostar. :D

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Sammy! Espero que leia e se delicie.
      Beeijos

      Eliminar
  2. O livro me pareceu meio previsível; além disso, o personagem meio imaturo talvez me irritasse um pouco. Porém, por outro lado, acredito que deve ser um romance bem envolvente.
    Boa resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Marcos! Por se tratar de um livro juvenil, realmente acaba sendo previsível, mas não deixa de ser envolvente.
      Beeijos

      Eliminar

 
© Lua literária - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo